Organize e planeje seus posts com um calendário editorial!

Calendário editorial: aprenda como criar um e organize o seu blog!

Imagine que seu blog está se desenvolvendo muito bem, com posts regulares e que você conseguiu chamar atenção de anunciantes. Ótimo, certo? De repente, você fica sem inspiração e seu blog fica sem novas postagens por duas semanas.

Agora, imagine uma segunda situação: uma empresa começa a fazer sucesso e decide que está na hora de expandir seus negócios. Porém, ela não faz planejamento algum, nem mesmo escolhe seus novos produtos/serviços com antecedência. Imaginou?

O seu blog é o seu negócio e, por isso, é impensável administrar e expandir uma empresa sem planejamento e esperar que ela tenha sucesso. Também é impensável administrar e expandir um blog sem planejá-lo cuidadosamente e esperar que ele pareça confiável para os patrocinadores.

Agora, você deve estar pensando: mas como eu faço isso? Por onde começo? Duas palavras para você: calendário editorial. Não sabe o que é? Então, continue lendo e descubra.

O que é um calendário editorial?

O calendário editorial é uma ferramenta que possibilita a organização e o planejamento das pautas que serão publicadas. Por meio desse tipo de cronograma, é possível acompanhar todo o processo: brainstorm, escrita, revisão, diagramação, publicação e divulgação. Ou seja, a partir dele, você se adianta aos imprevistos, acerta prazos e elimina os problemas que podem interferir no fluxo e nas datas das publicações.

E não é só isso. Atualmente, blogueiros possuem uma atuação estendida a, pelo menos, mais duas plataformas digitais, que auxiliam na divulgação do conteúdo, correto?  Com esse calendário, você consegue integrar a sua lista de tarefas das outras plataformas, como e-mails, newsletter e posts em mídias sociais.

Como montar esse calendário?

Ficou animado? Então, mãos à obra! Monte o calendário pensando na execução das estratégias de conteúdo. Mas como?

  • Use-o de verdade: não adianta criar seu calendário e não alimentá-lo. Um calendário em branco ou com atividades pouco detalhadas não adiana nada;
  • Identifique o interesse do seu público: liste os assuntos pelos quais seu publico demonstra maior interesse. Você pode fazer essa verificação a partir do tráfego dos seus posts ou da interação do público;
  • Estabeleça uma frequência de postagens: seja realista, principalmente se você não tiver um horário fixo de trabalho;
  • Conheça a ordem de prioridade seu conteúdo: divida suas pautas entre as que têm rigidez em relação a prazos (pautas patrocinadas, por exemplo) e as que são mais maleáveis;
  • Crie suas pautas: faça isso a partir dos interesses do seu público, já levantados;
  • Insira informações completas: no calendário, construa a pauta contendo quem será o responsável, prazo para entrega, prazo para revisão, sugestão de título, call to action, palavra-chave, formas de divulgação;
  • Prazos das etapas: destaque o prazo de cada uma delas e, se tiver essa possibilidade, ative o sistema de alerta/notificações.

Quais ferramentas podem ajudar nesse processo?

Agora que você já sabe o que é e como usar um calendário editorial, separamos algumas sugestões de plataformas e de softwares para que você armazene o seu.

  • Basecamp: funciona como um gerenciador de projetos. Não é gratuito, mas possui baixo custo e consegue integrar as atividades de toda a equipe envolvida em cada tarefa;
  • Google Calendar: de uso gratuito, não é especializado para esse fim, mas tem todas as funcionalidades necessárias;
  • Trello: é gratuito e tem uma interface simples. Em formatos de cartões, ele possibilita o carregamento de arquivos direto do computador. Ele, ainda, permite elencar checklists, etiquetas, prazos e ativar notificações;
  • CoSchedule: indicado por blogs especializados em organização, essa ferramenta não é gratuita, mas possui planos com preços acessíveis.

Percebeu que, se você está querendo profissionalizar ou expandir seu blog, essa é uma ferramenta imprescindível? Ao pensar em organizar suas pautas, você se deu conta que precisa escrever mais, mas está faltando inspiração? Clique aqui e descubra como criar sem inspiração e mandar bem mesmo assim.