Screencast: Saiba o que é e como funciona esse formato de vídeo

Como fazer screencast e que ferramentas utilizar?

Como fazer screencast e que ferramentas utilizar?

Como fazer screencast e que ferramentas utilizar?

Uma pesquisa feita pela Cisco revela que 80% de todo o tráfego de consumidores na internet vai ser em vídeo até 2019. Investir nesse tipo de mídia, portanto, é uma forma de investir no futuro.

Mas e quando superproduções estão fora de cogitação e o orçamento é ligeiramente limitado? Simples: faça um screencast. Para conhecer mais sobre essa tendência e saber como aplicá-la, confira o artigo a seguir e descubra a resposta de uma vez por todas.

O que é screencast?

Screencast significa, em tradução livre, uma gravação de tela. Esse é um vídeo produzido que não precisa de cenário e de uma câmera e, sim, da tela do computador. Com as ferramentas adequadas, é possível gravar toda a movimentação da tela do computador, gerando um vídeo de boa qualidade.

A qualidade, inclusive, é uma característica desse tipo de vídeo. Dependendo da ferramenta utilizada, ele pode ajudar você a criar um vídeo completo sem precisar alugar estúdio, cenografia e outros detalhes. Demais, não é?

Para quem serve o screencast?

Os vídeos do tipo screencast são especialmente úteis para empresas que possuem algum tipo de solução digital, como um software ou um sistema online.

Eles servem principalmente para educar o público, afinal, você mostrará na prática como se usa um determinado recurso. Também é útil para apresentar o produto em si, bem como ao criar uma nova funcionalidade.

Mesmo que você não seja dono de algum software, você ainda pode tirar vantagem desse tipo de vídeo. É possível criar tutoriais, conteúdos educacionais ou vídeos de entretenimento — como gameplays — e rentabilizar de acordo com as visualizações, por exemplo.

O melhor desse tipo de vídeo é que ele é altamente funcional, prático e segmentado. Isso faz com que sejam maiores as chances de que um espectador o assista até o final e, eventualmente, converta em ação.

Como fazer screencast?

Para saber como filmar a tela do PC, é preciso que você tenha as ferramentas corretas. Isso significa que você necessita de um programa que tenha a função específica de gravação de tela. Alguns possuem a gravação dos movimentos do mouse e também do som, enquanto outros, não.

Dentre as ferramentas gratuitas, estão Camstudio, Go View e XvidCap, que gravam imagem e áudio de uma maneira mais simples. Uma versão intermediária é o Bandicam, mas se você não registrá-lo terá que lidar com a marca d’água, o que deixa o resultado pouco profissional.

Já as ferramentas mais avançadas incluem o Camtasia Studio, o Adobe Captivate e o Action!. Embora sejam opções mais caras, se você pretende gravar com frequência e com qualidade, vale a pena investir um pouco mais.

Com a ferramenta escolhida e configurada, é só começar a gravação da tela com as ações que você desejar. Para melhores resultados, faça um roteiro antes para garantir que tudo saia de maneira rápida e precisa. Se necessário, faça cortes e edições para criar um resultado ainda mais incrível.

Como fazer screencast é mais simples do que você imagina e exige apenas que você tenha uma ferramenta robusta o bastante para atender às suas necessidades. Quanto mais avançada for a ferramenta, melhor é a qualidade da gravação. Como resultado, fica mais fácil criar vídeos atrativos, interessantes e com um custo baixo para o seu negócio.

Restou alguma dúvida sobre o que é e como filmar a tela do PC? O que você acha desses vídeos? Comente!